Últimos posts

Pesquisa

Publicidade

Olá pessoal, vou postar aqui pra vocês uma música que amo e que bom querendo ou não acho que todos nós já tivemos um dia de Eleanor Rigby, ou seja já nos sentimos sozinhos.

eleanor rigby 1

A música é linda e com certeza deve mexer com vários corações solitários.

Agora quem seria a tal Eleanor Rigby da música?
Segundo 'Sir James' Paul McCartney, Eleanor é o nome da atriz que contracenou com os Beatles no filme "Help!" (1965) e o complemento Rigby foi tirado de uma loja de conveniências. Só que foi cogitado que o título, na verdade, fora inspirado no nome de uma mulher sepultada em um cemitério situado perto da St. Peter's Church, justamente o local onde John Lennon e Paul McCartney haviam se conhecido em julho de 1957. Na lápide ainda existe uma menção a Father Mackenzie, que também consta na letra de Eleanor Rigby. Todavia, os as evidências sempre foram negadas por Paul McCartney.
Há também indícios de que Rigby possa ter sido uma jovem faxineira que trabalhava no City Hospital, de Parkhill em Liverpool.

Bom, na realidade não sabemos ao certo quem poderia ter sido a tal Eleanor Rigby, a única coisa que sabemos é que a música é linda e soa ainda melhor se cantada por Sil Paul, vamos conferir...


Pra quem não conhece, aqui está a letra de Eleanor Rigby:
Eleanor Rigby
The Beatles
Ah, look at all the lonely people !
Ah, olha para todas as pessoas solitárias!
Ah, look at all the lonely people !
Ah, olha para todas as pessoas solitárias!
Eleanor Rigby picks up the rice in the church
Eleanor Rigby, apanha o arroz na igreja
Where a wedding has been
Onde um casamento aconteceu
Lives in a dream
Vive em um sonho
Waits at the window
Espera na janela
Wearing a face that she keeps in a jar by the door
Vestindo um rosto que ela guarda num jarro perto da porta
Who is it for ?
Para quem é?
All the lonely people
Todas as pessoas solitárias
Where do they all come from ?
De onde todas elas vêm?
All the lonely people
Todas as pessoas solitárias
Where do they all belong ?
A que lugar todas elas pertencem?
Father Mckenzie, writing the words of a sermon
Padre McKenzie, escrevendo as palavras de um sermão
That no one will hear
Que ninguém vai ouvir
No one comes near
Ninguém chega perto
Look at him working, darning his socks in the night
Olhe para ele trabalhando, remendando sua meias à noite
When there's nobody there
Quando não há ninguém lá
What does he care ?
O que é importante para ele
All the lonely people
Todas as pessoas solitárias
Where do they all come from ?
De onde todas elas vêm?
All the lonely people
Todas as pessoas solitárias
Where do they all belong ?
A que lugar todas elas pertencem?
Ah, look at all the lonely people !
Ah, olhe para todas as pessoas solitárias!
Ah, look at all the lonely people !
Ah, olhe para todas as pessoas solitárias!
Eleanor Rigby died in the church
Eleanor Rigby morreu na igreja
And was buried along with her name
E foi enterrada junto com seu nome
Nobody came
Ninguém veio
Father Mckenzie wiping the dirt from his hands
Padre McKenzie limpando a sujeira de suas mãos
As he walks from the grave
Enquanto caminha do sepulcro
No one was saved
Ninguém foi salvo
All the lonely people
Todas as pessoas solitárias
Where do they all come from ?
De onde todas elas vêm?
All the lonely people ( Ah, look at all the lonely people ! )
Todas as pessoas solitárias (Ah, olhe para todas as pessoas solitárias! )
Where do they all belong ?
A que lugar todas elas pertencem?

Em tempo vocês podem conferir a estátua que foi esculpida em 1982 na cidade de Liverpool, de uma idosa solitária em homenagem a canção.

E se você está se sentindo uma Eleanor Rigby hoje, reaja e relaxa que isso passa!
Beijosss

Deixe seu comentário
Compartilhe

Comente pelo Facebook!

2 Comentários

  1. Aaaah essa música é linda mesmo...já toquei numa apresentação...claaaro que não ficou igualzinho, mas dá pra reconhecer...rsrs
    Se quiser conferir o link é este: http://www.facebook.com/video/video.php?v=257925564248524
    bjos!

    ResponderExcluir
  2. Amo passar por aqui e sempre me deparar com as novidades....seja ela qual for...Sao todas interessante...Afinal a idéia de escrever nasce em um daqueles momentos em que os ideais da mocidade arde...Adentemente em nossos pensamentos como uma chama que o proprio tempo se mostrará incapaz de apagar....e para aquele assim como eu e ti....é facio deixar fluir para uma fola de papel as inumeras facetas dos mais puros sentimentos que move e comove toda uma geração.....Beijão....Se for possivel Carol queria te-la como seguidora do meu blog....Quero dizer seu agora tambem... http://UANDERESUASCRONICAS.BLOGSPOT.COM

    ResponderExcluir

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *