Últimos posts

Pesquisa

Publicidade

Hoje o assunto do blog é diferente mas com certeza eu adoroooo, ou seja livros, um dos meus primeiros posts aqui no blog foi sobre eles e depois nunca mais falei. rs

Sei que muita gente ainda torce o nariz para Ozzy Osbourne, eu nem sei quando comecei a gostar de Ozzy só sei que gosto. rs

E por isso me interessei em ler a sua autobiografia mas é claro que comecei a ler o livro mas por curiosidade na vida de um rockeiro meio maluco mas acabei conhecendo no livro, o Ozzy que eu desconhecia a sua infância difícil em Aston, interior da Inglaterra, a adolescência que também não foi nada fácil até o estrelato com os seus vinte e poucos anos.
Jovem Ozzy
E gente ser famoso na décade de 70 parece que não era tão bom quanto agora né, com a internet e esse mundo cada vez mais globalizado. rs

Adorei o livro sobre a vida dele e recomendo e posso dizer que ele é até apaixonante, só o amor que ele sente por Sharon, sua esposa, e ela por ele dá até invejinha. rs

Bom, é uma leitura pra todos que gostam de uma boa música, mas é claro que para os os fãs do rock talvez a revelação mais esperada é como o Black Sabbath “inventou” o heavy metal, o que Ozzy descreve como quase uma fatalidade. Outro ponto que vai chamar muito a atenção dos rockeiros é que Ozzy, que muitos já chamaram de “Príncipe das Trevas”, nunca levou a história de satanismo muito a sério e sempre considerou isto uma grande piada, ou uma jogada de marketing como chamaríamos nos anos 2000.
Entre as histórias hilárias estão que Ozzy nunca conseguiu tirar carteira de motorista e quando urinou no Álamo em San Antonio, indo parar direto para a prisão. Outras destas histórias que são muito boas: quando Ozzy arrancou a cabeça de uma pomba viva durante uma reunião com a gravadora para impressioná-los e quando arrancou a cabeça de um morcego vivo durante um show achando que era de plástico.

Ozzy e Sharon
No livro podemos ver também Ozzy pai de família, ou nem tanto assim mas podemos conhecer o relacionamento que ele teve com a sua primeira esposa, mãe de 2 dos seus 5 filhos e é claro, seu relacionamento com Sharon também.

Com certeza a autobiografia de Ozzy me surpreendeu, talvez seja pela sinceridade em que ele nos conta vários fatos de sua vida, seus dramas (Ozzy é disléxico, hiperativo e ainda sofre da síndrome de distúrbio de atenção), traições, seu consumo excessivo de drogas, principlamente as doses cavalares de cocaína mas talvez ele seja como um laboratório ambulante, já que experimentou vários tipo de drogas e ainda está aí (rs).
Mas ele conta tudo isso com muito bom humor, quem optar por ler o livro com certeza se pegará sorrindo em diversas páginas, o livro realemnte é muito legal.

Black Sabbath, não podia faltar
Eu gostei e deixo a dica pra quem quiser.

Eu Sou Ozzy, foi lançado pela Editora Benvira em 2010.

Beijossss




Deixe seu comentário
Compartilhe

Comente pelo Facebook!

3 Comentários

  1. Olha só que legal, boa dica, acho que as vezes a gente nem lê porque acha que não vai gostar e se surpreendi né? Amo ler também \o

    Obrigada pela visitinha lá no blog,

    http://queesmalteusohoje.blogspot.com/2011/02/preto-3d-top-beauty.html

    ResponderExcluir
  2. Adoro o Ozzy! Acabei de ler esse livro! Nada nele foi muita surpresa pra mim, já sabia de todas as histórias, mas o livro rende muitas risadas mesmo assim. Ótima recomendação.

    Obrigada pela visita lá no meu blog. :)

    bjs,
    Gabi Barbará
    http://barbaridadesdabarbarah.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Minha irmã comprou esse livo, mas em inglês.. A safada pagou 1 euro por ele.. fiquei bestinha.. Ela está lendo agora e estou contando os minutos pra ela terminar e me emprestar!!!!

    Boa semana.
    beiJUs
    http://feiffercereja.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *